Um delta diferente

18 de novembro de 2014 0 Por admin

Por João Paulo Moralez

O Líbano foi o primeiro país árabe a adquirir o emblemático interceptador Dassault Mirage IIIE. O pioneirismo de receber um caça tão avançado para a época custou a Força Aérea do Líbano (FAL) modernizar aquela que se tornaria uma das mais avançadas bases aéreas do Oriente Médio – Kleyat, situada as margens do Mar Mediterrâneo e a poucos quilômetros da fronteira norte com a Síria.

mirage2

Ao todo 10 Mirage IIIEL (“L” para Líbano, e matriculados L-401 a L-410) e dois Mirage IIIDL (L-411 e L-412), estes últimos para conversão e treinamento, foram adquiridos e começaram a chegar no país em 1968, então tripulados por pilotos libaneses.

Durante a sua breve carreira operacional (pararam efetivamente de voar em 1979), um Mirage IIIEL e um Mirage IIIDL foram perdidos em acidentes. Na FAL as aeronaves eram armadas com mísseis ar-ar de curto alcance Matra R.530, bombas convencionais de queda-livre T200 (400kg) e os tanques subalares híbridos, com capacidade para levar 250 litros de combustível e um lançador na ponta para até 19 foguetes SNEB de 68mm.

Este modelo da Italeri, em escala 1/48, foi profundamente adaptado e detalhado para representar o exemplar L-405, do 4º Esquadrão da FAL.

Primeiramente baixei todos os relevos do kit e, para o cockpit, utilizei a cabine de resina para o Mirage IIIC da NeoMega, que é completa e faz toda a diferença para o modelo. Também comprei uma cartela de photo-etched da Eduard (código 48128), proporcionando um grande detalhamento do kit.

Os encaixes não são dos melhores e, por ainda ter usado peças de resina nas caixas de rodas, pneu do trem de pouso e a turbina Snecma Atar C da AML Accessories Model Kits, a montagem ficou complexa e trabalhosa. Utilizei também um tubo de pitot de metal da Master (código MAM-AM-48030) e, além disso, fiz as luzes de navegação da ponta das asas. Neste caso limei a asa no formato da lâmpada, utilizei um sprue transparente e lixei a peça até ficar no formato adequado. Detalhei um pouco a caixa de rodas com fios e ainda peguei a escada de acesso do cockpit do kit da Eduard do Mirage IIIC.

A camuflagem é o mesmo padrão da francesa, ou seja, prateado na parte de baixo e Dark Gull Gray (FS 36231) e Dark Green (FS 34079).

A linha da borda da camuflagem é dura, sendo assim foi necessário usar máscara para fazer as duas cores da pintura na parte superior.

mirage1

Outro detalhes também não passaram despercebidos, como três apoios entre o cone da tomada de ar e a fuselagem. Fiz com fio de cobre e o resultado foi muito bom.

O decal para a versão libanesa não existe (o que tem no mercado está errado), sendo assim optei em desenvolver o arquivo digital e imprimir em papel de decal.

Outro item a ser desenvolvido na mão foi o tanque subalar JL-100. Neste caso serrei 1/3 da parte frontal e coloquei um lançador de foguete SNEB de 68mm, que pode ser encontrado na caixa do kit do Mirage IIIC da Eduard.

Usei uma cinta de plástico e fiz as cinco saídas dos gases quando os foguetes são lançados.